terça-feira, 28 de abril de 2015

The Legend of Zelda A Link Between Worlds [EUR] [CIA] [Region Free]


Tão logo os primeiros acordes da clássica canção começam a tocar, o arrepio. A velha paisagem que se desdobra à nossa frente é tão familiar que enche nossas cabeças com velhas memórias e nossos corações de nostalgia. Tudo está lá exatamente da forma como deixamos há mais de duas décadas, mas com um ar completamente novo que faz com que o misto de saudades e empolgação nos impulsione a explorar cada canto da velha Hyrule.

É a partir deste conflito de sensações que The Legend of Zelda: A Link Between Worlds se desdobra para nós. Afinal, como não se sentir assim diante da sequência de um dos melhores jogos já feito até hoje? A Nintendo apostou alto e acertou em cheio ao retornar ao mundo de A Link to the Past, mostrando que, apesar de nunca envelhecer, é possível revisitar um clássico e ainda expandi-lo.

Para isso, a nova aventura aposta na familiaridade, mas não tem medo de arriscar e traz mudanças significativas dentro da velha fórmula que acompanha a série. O jogo adiciona grandes doses de inovação, seja em termos de mecânica ou no próprio desenvolvimento da trama, e mostra que o saudosismo é apenas um tempero a mais neste elo com o passado.

No entanto, The Legend of Zelda: A Link Between Worlds não é um remake. Ele se aproveita de tudo isso para criar uma ambientação que faça o jogador se sentir familiarizado com aquele universo para, então, introduzir novos elementos. É uma forma de preparar o fã para as mudanças que a Nintendo trouxe para a série. É quase se ela dissesse: “Este é o mesmo jogo que você sempre amou, mas completamente diferente”.

Além da mecânica, The Legend of Zelda: A Link Between Worlds amplia vários conceitos da série ao introduzir alguns elementos bem ousados. É o caso de Lorule, a realidade paralela da Hyrule que conhecemos e cuja existência conduz toda a trama.


Esse reino é quase como uma versão sombria e inversa do clássico mundo do herói, trazendo um reduto de ladrões no lugar da pacata Kakariko Village ou personagens agindo no extremo oposto daquilo que conhecemos.

Por mais que The Legend of Zelda: A Link Between Worlds adicione muita coisa nova à fórmula, ele também traz elementos não tão positivos assim. Exemplo disso é que o game se conclui muito rápido, sendo espantosamente curto.


É claro que isso varia de acordo com o estilo de jogo de cada pessoa, principalmente quando parte da nova dinâmica é baseada na exploração e no mundo aberto. No entanto, quem decidir deixar essa característica de lado para se focar apenas nas dungeons e na corrida para salvar a Princesa Zelda vai perceber que não demora para que você tenha a luta final contra o demônio Ganon.

Trailer:


Informações do Game:
Desenvolvedora: Nintendo
Distribuidora: Nintendo
Gênero: Ação, Aventura, RPG
Lançamento: 22.11.2013
Nota IGN: 9,4

Informações da ROM:
Original Release: The.Legend.of.Zelda.A.Link.Between.Worlds.EUR.3DS-CONTRAST
Região: EUR
Tamanho: 680 MB
Firmware mínima: 6.2
Patch para CFW 4.x: Sim
Patch Region Free: Sim
Patch Online: Não



Download: MEGA / GoogleDrive / Minhateca

Adquira uma conta/Combo nos nossos links, é muito barato!  Melhore a velocidade dos seus downloads e consequentemente vai estar contribuindo com o blog.

                                                           

Contas Premium
Contas Premium
Contas Premium
Contas Premium
Baixou, curtiu, aprendeu, foi legal? Por favor, comente. 
É o mínimo que você pode fazer.

2 comentários :

Macaco Prego disse...

infelizmente está dando erro no arquivo zipado já baixei 2 vezes e não funciona

Anônimo disse...

O link está fora do ar.

Comentários Publicados