quinta-feira, 24 de setembro de 2015

Labyrinth no Kanata Beyond the Labyrinth [English Patched v0.2] [JPN] [CIA] [Region Free]


Os proprietários de 3DS que são fãs do gênero RPG devem estar decepcionados. Pouquíssimos jogos desse estilo foram lançados até agora para o console. No Japão, a situação está um pouco melhor, mas boa parte dos títulos continua confinada ao país do sol nascente. Um destes games é Beyond the Labyrinth, RPG de estilo dungeon crawler lançado para 3DS no início de 2012. Com belos gráficos, uma história inusitada e um sistema de batalha interessante, o jogo tem todas as qualidades para agradar os entusiastas do gênero.

Campos verdejantes, o herói escolhido, o destino do mundo... quem não está cansado desse tipo de clichê que é a base das tramas dos RPGs japoneses? Eu não me sinto animado quando vejo esse tipo de premissa. A tri-Ace, desenvolvedora deste game e de séries como Valkyrie Profile e Baten Kaitos, pensou em uma história um pouco diferente para o seu primeiro trabalho para 3DS. Beyond the Labyrinth começa como se o game fosse uma espécie de multiplayer online retrô. O jogador insere seu nome e a partida começa. Mas... o que aconteceu com os gráficos? Tudo, inclusive a música, lembra um jogo de NES. Conforme o jogador explora o labirinto, outras pessoas aparecem e entram para o grupo, sempre usando a função chat para se comunicar. “Você costuma jogar muitos multiplayer online?” e “Nossa, você é muito calado”, são algumas das frases que aparecem na conversa.

Após algumas batalhas e um pouco de exploração, o grupo ouve uma voz feminina clamando por ajuda. Estática aparece pela tela e o grupo é transportado para uma espécie de ruína, que logo se revela o local onde a dona da voz se encontra. A jovem explica que ela acabou caindo nestas ruínas e pede ajuda para sair dali. Curiosamente ela enxerga os jogadores como cubos de luz e a comunicação não é completa: os jogadores só conseguem conversar entre si, mas não conseguem falar com a garota. Os jogadores acham a situação muito estranha e decidem acompanhar a jovem, já que eles não têm outra escolha.

Como todo dungeon crawler, a câmera de Beyond the Labyrinth é em primeira pessoa. O objetivo é guiar a garota pelos andares das ruínas em segurança, resolvendo enigmas e enfrentando inimigos pelo caminho. Como os jogadores são cubos de luz, somente a jovem pode interagir com objetos como portas e alavancas. O engraçado é que a menina não parece ser muito esperta, sempre agindo de forma inocente ou confusa quando encontra algum obstáculo. Os jogadores acabam tecendo comentários maldosos sobre ela, como “Nunca viu uma porta? Basta empurrar para abrir!”.

Os combates são por turnos, contando com várias mecânicas únicas, como é de costume nos RPGs da tri-Ace. Beyond the Labyrinth conta com um sistema de cores que lembra pedra, papel e tesoura. Cada inimigo tem uma cor que indica sua fraqueza, enquanto cada membro do grupo também tem uma cor específica, que indica qual ataque ele pode executar. Vermelho tem vantagem sobre verde, que tem vantagem sobre azul, que tem vantagem sobre vermelho. Como cada personagem só pode desferir ataques de sua própria cor, é necessário pensar com cuidado cada movimento. Felizmente a ordem dos turnos pode ser alterada, possibilitando inúmeras estratégias.

Outra característica única é o banco de dano. A cada ataque de um membro do grupo ou de um inimigo, uma parcela do dano é armazenada, separada de acordo com a cor do ataque. Este dano pode ser absorvido para recuperar HP, caso certas condições sejam feitas. O detalhe importante é que os inimigos também podem usar estes pontos para recuperar energia, mudando completamente o rumo do combate. Conforme o jogador avança pela aventura, novos recursos vão sendo liberados para o uso nos confrontos.

E claro, a garota deve ser protegida a todo custo, já que a partida termina caso ela seja derrotada. Ela não é completamente indefesa, já que as vezes ela lança pedras contra os oponentes e, eventualmente, ela aprende a desferir feitiços. Entretanto ela adora chamar a atenção dos inimigos para si, quase morrendo por conta dos ataques, deixando os jogadores enfurecidos.

Trailer:


Informações do Game:
Desenvolvedora: tri-Ace
Distribuidora: Konami
Gênero: RPG, Ação, Dungeon crawl
Lançamento: 19.01.2012
Nota IGN: ??

Informações da ROM:
Original Releasee: Labyrinth_no_Kanata_JPN_3DS-Kirin
Região: JPN
Tamanho: 709 MB
Firmware mínima: 2.1
Patch para CFW 4.x: Não Precisa
Patch Region Free: Sim
Patch Online: 
Não

Creditos:
Translation: Nagato, Angular
Hacking/Programming: Nagato
Graphics: Vodka
Testers: gamesquest1, sarkwalvein, Shadowtrance
Special Thanks: Gericom (Etc1A4 code from EveryFileExplorer), Normmatt


Download via [MEGA] links maiores que 
1GB, Click na imagem para saber como 
driblar o limite de banda:







Conheçam também nossa Loja Virtual no Mercado Livre, ela ainda é um pequeno gafanhoto, mas em breve se tornará um louva-deus através do apoio de vocês!


Conheçam também meu antigo blog focado em conteúdo Geek, ele estava parado, e estou voltando a atualizá-lo 
aos poucos também

Adquira uma conta/Combo nos nossos links, é muito barato!  Melhore a velocidade dos seus downloads e consequentemente vai estar contribuindo com o blog.
Contas Premium
Contas Premium
Contas Premium

                                            

DownloadMEGA / GoogleDrive / OwnCloud [Link Direto]
MEGA Key: !xpnSqHJv-2O-Ku05PEWxragjCdo00deqo2sqHPMixSk
Sigam-nos nas redes sociais

Baixou, curtiu, aprendeu, foi legal? Por favor, comente, e compartilhe isto no Facebook, Twitter, etc. É só clicar nos botõezinhos aqui em abaixo, ou nesta barra horizontal permanente, aqui do se lado direito da página. 
Nos ajude e ajude a compartilhar.
É o mínimo que você pode fazer!

3 comentários :

Pedro PSN ID: ShadoWB4MV disse...

Não dá pra baixar por causa do site de ads, tem como colocar o link do mega direto?

Gek Sama disse...

Pedro PSN ID: ShadoWB4MV recomendo vc ir seguindo até o link, ou usar o ublock origin, disponível na chrome store. O objetivo dos redirecionamentos é inibir a remoção dos mesmos. Infelizmente atrasa um pouco o download, no entanto é um mecanismo válido para proteger o link a longa data.

Gabriel De Mari disse...

amigo, esse link está off: https://mega.nz/#!Ix0lnZoC!xpnSqHJv-2O-Ku05PEWxragjCdo00deqo2sqHPMixSk

poderia colocar um novo link de download?

Comentários Publicados