quinta-feira, 13 de julho de 2017

Castlevania Lords of Shadow Mirror of Fate [USA] [CIA] [Region Free]


Quando lançado em 2009, Castlevania: Lords of Shadow (O senhor das trevas) prometia reiniciar a saga da família Belmont contra as forças das trevas de uma forma nunca antes vista, e se passa 25 anos antes de Lords of Shadow. O título, desenvolvido pela até então desconhecida MercurySteam, contou com a participação de Hideo Kojima em seu desenvolvimento e apresenta uma narrativa densa, gráficos arrasadores e uma trilha sonora épica. Contudo, o jogo foi bastante criticado por sua linearidade e também por fugir demais do estilo de jogabilidade já consagrado da série. 

Mesmo assim, o game não foi um fracasso completo e foi muito mais bem sucedido que outras tentativas de revitalizar a franquia, como a do criticado Castlevania 64, por exemplo. A razoável aceitação do título conferiu à MercurySteam a chance de criar mais dois jogos da franquia: Castlevania: Lords of Shadow 2, que foi lançado para PlayStation 3 e Xbox 360, e Castlevania: Lords of Shadow Mirror of Fate (Espelho do destino), foi lançado para o Nintendo 3DS e em uma edição especial para PS3.

No primeiro episódio da nova série, Gabriel Belmont partiu em uma jornada para tentar trazer sua esposa, Marie, de volta à vida. Para isso, o rapaz teve que enfrentar seus próprios fantasmas e os três Lords of Shadow. Contudo, o destino de Gabriel não poderia ser pior: ele não só descobre que é o assassino de sua própria esposa como também se torna o próprio Drácula ao final da aventura. O surpreendente final do jogo deu pano para a manga a muita discussão entre fãs e deixou claro que a nova saga da franquia não acabaria naquele título. 

Mirror of Fate é sequência direta do game lançado em 2010 e serve de prólogo à sequência que será lançada ainda este ano. O game é dividido em quatro atos, sendo que cada um conta a história de um dos personagens controláveis. O resultado dessa combinação é um enredo sólido, que vai tomando forma e se encaixando conforme os diferentes pontos de vista dos protagonistas são revelados. A base de toda a história do jogo é fundamentada na jornada da família Belmont − que busca vingança contra Gabriel, já em sua forma maligna. Três dos quatro atos são protagonizados por membros do clã (Trevor, Simon e o próprio Gabriel). O ato restante é protagonizado por ninguém menos que Alucard, o que deixará diversos fãs da franquia extasiados. Não pense, contudo, que o forte elenco do título está lá apenas para tentar agradar e que suas participações não fazem sentido. Cada um dos personagens está no jogo por razões bem definidas, tornando o enredo mais denso, completo e envolvente.

No primeiro episódio da nova série, Gabriel Belmont partiu em uma jornada para tentar trazer sua esposa, Marie, de volta à vida. Para isso, o rapaz teve que enfrentar seus próprios fantasmas e os três Lords of Shadow. Contudo, o destino de Gabriel não poderia ser pior: ele não só descobre que é o assassino de sua própria esposa como também se torna o próprio Drácula ao final da aventura. O surpreendente final do jogo deu pano para a manga a muita discussão entre fãs e deixou claro que a nova saga da franquia não acabaria naquele título. 

Mirror of Fate é sequência direta do game lançado em 2010 e serve de prólogo à sequência que será lançada ainda este ano. 

O game é dividido em quatro atos, sendo que cada um conta a história de um dos personagens controláveis. O resultado dessa combinação é um enredo sólido, que vai tomando forma e se encaixando conforme os diferentes pontos de vista dos protagonistas são revelados. A base de toda a história do jogo é fundamentada na jornada da família Belmont − que busca vingança contra Gabriel, já em sua forma maligna. Três dos quatro atos são protagonizados por membros do clã (Trevor, Simon e o próprio Gabriel). O ato restante é protagonizado por ninguém menos que Alucard, o que deixará diversos fãs da franquia extasiados. Não pense, contudo, que o forte elenco do título está lá apenas para tentar agradar e que suas participações não fazem sentido. Cada um dos personagens está no jogo por razões bem definidas, tornando o enredo mais denso, completo e envolvente.

Os títulos da franquia lançados para consoles portáteis costumam seguir a mesma linha tradicional dos jogos 2D que consagraram a série. No controle do protagonista da vez, você deve explorar o castelo de Drácula (ou o local onde se passa a aventura) enquanto aprende novas habilidades e consegue novas armas que lhe habilitem o acesso a partes ainda não visitadas do cenário. Tal mecânica de exploração funciona basicamente como a dos jogos da série Metroid, de maneira que a jornada é sempre permeada pelo senso de progresso e recompensa. Além disso, os títulos da série que seguem esse modelo tradicional contam com um sistema de níveis, tal como o de muitos RPGs, em que cada ação bem sucedida lhe concede pontos de experiência que o ajudam a se tornar cada vez mais poderoso. Sendo assim, a jogabilidade de títulos 2D da franquia é fundamentalmente calcada na exploração por meio da evolução de seu personagem. 


Mirror of Fate tenta beber dessa mesma fonte, contudo, se diferencia em alguns aspectos − o que pode fazer com que os fãs mais fervorosos torçam o nariz. Não pense que o título é focado em ação desenfreada: o cenário a ser explorado é enorme, os níveis de experiência e os colecionáveis estão todos lá, mas a MercurySteam evoluiu o sistema ao transportar o excelente esquema de combate de seu título tridimensional para os ambientes 2D do portátil. É impressionante como os controles são fluidos e naturais, mesmo com os protagonistas tendo uma quantidade bem maior de movimentos do que aquela com a qual estamos acostumados a nos deparar em títulos bidimensionais da série. Para os que tiveram a chance de jogar Lords of Shadow, os controles vão parecer tão naturais que chega a ser bizarro como a MercurySteam conseguiu transportar uma jogabilidade naturalmente tridimensional para um título mais simples. Este é um feito e tanto! O jogo ainda conta com alguns Quick Time Events, mas eles ocorrem apenas em momentos chave, o que não atrapalha a jogatina e muito menos prejudica a experiência como um todo, já que são desencadeados apenas em situações que ajudam a tornar a experiência ainda mais cinematográfica e empolgante.

O maior problema referente à jogabilidade do título é justamente ligado a seus momentos de exploração. As seções de plataforma são excelentes, mas o jogo é um pouco fácil demais. Quando terminei o título, minha aventura somou cerca de sete horas e, mesmo sem me aventurar muito em busca de colecionáveis, me deparei com um índice de 80% de completude. Explorar o restante do castelo em busca do que faltava não tomou mais do que duas horas do meu tempo. É claro que boa parte disso se deve aos excelentes controles e ao muito bem pensado mapa interativo que permite que você faça anotações que facilitem a exploração, mas é inegável que o jogo é muito mais fácil do que deveria ser. Isso não o torna menos divertido ou menos épico, mas tenha em mente que, para ser aproveitado, o título deve ser encarado como uma experiência direcionada ao enredo, e não à exploração árdua e desenfreada.

Mirror of Fate é um dos melhores títulos já lançados para o Nintendo 3DS e uma excelente entrada da franquia Castlevania. O jogo possui certos defeitos que podem fazer com que os fãs mais fervorosos e saudosistas torçam o nariz, mas a experiência é tão gratificante, épica e cinematográfica que eu duvido que, mesmo com sua facilidade, o título não agrade a cada um dos jogadores que desejarem se aventurar mais uma vez pelas catacumbas do castelo do vampiro mais famoso de todos os tempos. O jogo é uma experiência digna dos consoles de última geração, mas na palma de suas mãos. O enredo é simples, mas envolvente e imersivo, os personagens são bem construídos e o desfecho da história se deu em Lords of Shadow 2, que deu as caras no PS3 e no Xbox360 ainda. Mirror of Fate é um must-buy do console para todos que curtem uma boa aventura cheia de momentos épicos e boa jogabilidade. Vale a experiência!

Trailer:


Castlevania Lords of Shadow Mirror of Fate [EUR] [CIA] [Region Free] Download

Informações do Game:
Desenvolvedora: MercurySteam
Distribuidora: Konami
Gênero: Ação, Dark Fantasy, Plataforma Pseudo 3D
Lançamento: 05.03.2013
Nota Game: 7,0

Informações da ROM:
Original Release: Castlevania_Lords_of_Shadow_Mirror_of_Fate_USA_3DS-VENOM
ID: 0004000000096600
Região: USA
Idiomas: English
Tamanho: 1.42 GB
Firmware mínima: 4.4
Compatível com CFW 4.x: SIM
Compatível com CFW: SIM
Compatível com Gateway SIM
Compatível com Sky3DS: SIM
Patch Region Free: Sim
Patch Online: Não
Password / Senha: 3dsounada

Download via [MEGA] links maiores que 
1GB, Click na imagem para saber como 
driblar o limite de banda:




Conheçam a nossa Loja Virtual no Mercado Livre, ela ainda é um pequeno gafanhoto, mas em breve se tornará um louva-deus através do apoio de vocês!

Conheçam também noss outro blog focado em conteúdo Geek. Enconte AnimesSériesfilmesTokustsusSoftwares com Crack e ativador para Widows, Softwares para LinuxISO de Windows Atualizado e+. Ele estava parado, e estamos voltando a atualizá-lo aos poucos também!

Adquira uma conta/Combo nos nossos links, é muito barato!  Melhore a velocidade dos seus downloads e consequentemente vai estar contribuindo com o blog.
Contas Premium
Contas Premium
Contas Premium



Download: MEGA GoogleDrive / YandexDisk
MEGA Key: !

Sigam-nos nas redes sociais!

Baixou, curtiu, aprendeu, foi legal? Por favor, comente, e compartilhe isto no Facebook, Twitter, etc. É só clicar nos botõezinhos aqui em abaixo, ou nesta barra horizontal permanente, aqui do seu lado direito da página. 
Nos ajude e ajude a compartilhar.
É o mínimo que você pode fazer!

Nenhum comentário :

Comentários Publicados